Macbook às Peças!!!

Durante o dia de hoje fomos até Lisboa reparar um macbook pro com 10 anos, que para além de esquecido num canto e desligado há imenso tempo, foi abusado por curiosos e pela própria proprietária que insistiu em querer substituir o teclado e a tampa respectiva por iniciativa própria, sem conhecimentos e sem ferramentas adequadas.

Como era de esperar, tanto os apoios como os parafusos e sistemas de encaixe ou estavam partidos ou dobrados, impossibilitando a montagem e o fecho da máquina. O chassis do computador estava torto, a tampa do teclado também, inúmeras teclas tinham apoios, borrachas e teclas partidas. No interior da máquina encontrei peças partidas do teclado, partes de apoios partidos, fora os pêlos e os mosquitos mortos.

Quando nos foi entregue a máquina de manhã, seguia às peças, portanto desmontada, dentro dum saco de papel com o carregador todo enrolado e amontoado, com um saquinho de parafusos e peças pertencentes aos encaixes de algumas teclas. Uma autêntica dor de cabeça e um pesadelo até para um génio que realiza desejos, mas ao mesmo tempo um grande desafio.

Iniciámos o trabalho limpando e endireitando os componentes, tentando aproximar os encaixes e o chassis do seu estado original, seleccionámos, identificámos e distribuímos os parafusos pelos locais possíveis de encaixe ou onde ainda estava presente o ponto de apoio do respectivo parafuso.

Procedemos à limpeza profunda dos componentes e espaços do chassis onde estes assentam, bem como a limpeza interna e externa da ventoinhas.

Passámos para o upgrade físico, dotando a máquina com 2Gb, o dobro da RAM original e adicionando um SSD de 240gb com o OS mais recente suportado que neste caso é o Mac OSX 10.6 Snow Leopard. Depois de instalado o OS, passámos à fase de actualizações o optimizações de software, onde acabámos por migrar os dados do disco antigo para este novo ssd. O antigo disco HDD interno já estava nas últimas e foi colocado numa caixa externa USB3, revelando barulhos no interior e recusando-se a montar o volume. Com uns truques de génio, lá conseguimos montar o volume e salvar os dados migrando-os ao mesmo tempo para as novas localizações na nova instalação. Testadas as ventoinhas, a luz traseira do teclado, o trackpad e respectivo botão, foi altura de fechar a máquina, dar uma última limpeza exterior e devolvê-lo à proprietária.

Recomenda-se a substituição da bateria, a utilização de um teclado externo como forma de contornar a disfunção ou falta de algumas teclas no teclado integrado e o cabo de rede conectado pois com tanta mexidela, o Airport também deu o berro.

Recomenda-se acima de tudo, não mexer quando não se sabe o que se está a fazer.

Só para terem a noção, depois do trabalho realizado esta máquina com 10 anos ficou em perfeito funcionamento, a arrancar o sistema operativo em 14 segundos e a correr todo o tipo de páginas web, apps e serviços actuais. 😉

ANTES:

Este slideshow necessita de JavaScript.

DEPOIS:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s