A meio de Dezembro

Ainda nem há quinze dias montámos a nossa árvore de natal reciclada, recolhemos lenha para as noites frias que se têm sentido e ainda estivemos presentes numa feira local com os nossos produtos ecológicos. Aproveitando a ausência de chuva dos últimos dias, trabalha-se e brinca-se na rua. Hoje com o bom tempo, iniciámos a poda seca das nossas frutíferas que acabaram de largar todas as folhas. A temperatura está agradável especialmente ao Sol e que bom é, carregar não só as baterias internas como as do sistema fotovoltaico! 😉 As podas estão a ser cortadas em pedaços mais pequenos e armazenadas para secagem. As mesmas servirão ao longo do ano para ajudar a pegar os nossos conceitos de energia, calor e água quente a lenha. Na horta crescem entre muitas coisas, Acelgas, Alho Francês e Couves. Os compostores estão sempre em constante mutação e evolução, preparando nutrientes para a próxima primavera e verão. Neste momento está tudo lindo, verdinho e colorido! 😉

Anúncios

Oportunidade Para a Optimização dos Espaços

Com o Sol de regresso, regressamos à rua para observar a natureza a desenvolver-se e nada como aproveitar o bom tempo para criar novas dinâmicas e oportunidades. Depois de um passeio de reflexão pela praia, optámos por migrar nos últimos dias, o espaço técnico do “Génio da Maçã” para o abrigo hobbit. Reutilizando sobras de material criámos uma secretária colapsável, fixa na parede, permitindo desta forma, manter a funcionalidade de dormida a nível individual ou em casal. Rebatendo a secretária, a mesma fica com a função de cabeceira de cama, não comprometendo a deslocação ou montagem das camas. Assim, optimizámos o espaço do abrigo hobbit e ganhámos mais espaço de convívio e brincadeira livre no yurt, espaço este, que a nossa menina irá aproveitar da melhor forma durante o tempo frio e chuvoso que se aproxima. Esta semana recebemos 4 amiguinhos que passaram cá o dia e já aprovaram o espaço! 😉

Finalizando Produtos e Manutenções no Espaço

Esta semana, preparámos produtos e encomendas para seguirem nos próximos tempos como ofertas de Natal. Resolvemos ainda dois problemas na manutenção do nosso espaço. Primeiro foi necessário adaptar uma nova caixa plástica com ralo e sifão pois a nossa banheira de duche rachou quando um objecto caiu de esquina no fundo da caixa. A queda do mesmo objecto, rompeu também a extensão da bicha de chuveiro que teve de ser substituída. Hoje como cereja no topo do bolo calhou-nos identificar e avançar para o desentupimento do nosso sistema de escoamento de águas cinza, da pia da cozinha. Ou seja, tivemos de desenterrar parte do sistema, desmontar, limpar e identificar por secções as zonas entupidas. Finalmente optámos por deixar parte da tubagem a descoberto, mas tapada com uma tampa metálica reutilizada, para facilitar uma futura manutenção. Neste momento está tudo impecável de novo, mas saiu do corpinho. Por outro lado é muito bom não estarmos dependentes de terceiros e sermos nós os responsáveis por montar e manter os nossos sistemas! 😉 Ao final do dia soube muito bem   deitar no estrado para aquecer os músculos doridos, com os últimos raios de Sol.

Recebendo Família

Esta semana ao mesmo tempo que fazíamos a manutenção dos conceitos recebemos a visita dos meus pais que deram uma ajuda preciosa, seja a brincar e a cuidar da neta enquanto trabalhávamos com afinco, ou mesmo metendo as mãos na massa, lixando e pintando connosco! 😉 Ainda nos trouxeram um novo Limoeiro e uma Laranjeira que plantámos em família e que a Gaia fez questão de ir regar interrompendo as suas “tarefas” na sua nova cozinha exterior feita com materiais reciclados ou reutilizados! 😉

Manutenção do WC Atrelado e da porta do Yurt

Também o WC Atrelado foi alvo de manutenção. As portas foram desmontadas individualmente, lixadas e “hidratadas” com protector de madeira incolor. Todas as paredes e recantos foram tratados com o mesmo produto aquoso incolor e ainda adicionámos alguns pormenores de ferragens que reutilizámos de outros conceitos e que aplicámos no interior do atrelado. Adicionámos silicone em alguns pontos críticos e um mecanismo de fecho por pressão da tampa da janela evitado que esta oscile com ventos fortes, minorizando desta forma, a entrada de água para o parapeito da janela. Adicionámos por fim um cabide metálico reutilizado que utilizamos para pendurar toalhas junto à cabine de duche. Ainda ficaram alguns pormenores por concluir que esperamos poder finalizar em breve. A porta do nosso Yurt foi também desmontada, lixada e tratada, o aro branco foi novamente pintado e protegido com mais intensidade no topo superior evitando que a água fique “a moer” a madeira. As ombreiras foram tb restauradas à sua velha glória, ficando apenas por substituir as borrachas vedantes. Depois de remontada, a porta foi nivelada e ajustada à sua posição original! 😉

A Mini Cozinha Exterior da Gaia

Pois é! Já andava a prometer há um tempo, criar um espaço para nossa menina brincar no exterior com os seus recipientes e panelinhas. Este conceito não foi imposto, pois uma das suas actividades favoritas é mesmo brincar ao “faz de conta que cozinha”, pois vê-nos diariamente a preparar refeições de raiz e pelo meio gosta de participar e lá vai petiscando para abrir o apetite.

Reutilizando única e exclusivamente materiais, rapidamente adaptei o nosso velho forno solar, que já não nos servia pois além de grande e pesado, foi um conceito muito inicial sem grande planeamento e que se tornou pouco prático de manusear. Estava armazenado e necessitado de manutenção, pelo que decidi dar-lhe uma nova vida através desta mini cozinha exterior amovível e transportável.

Com os restos da cobertura do telheiro exterior feito há dois anos e os restos da construção do módulo amovível da carrinha de há dois meses lá se concluiu o conceito! A utilizadora principal parece-nos bastante satisfeita e quis participar em todas as etapas do processo! 😉

Mais um projecto de dar 2ª vida a um aparelho destinado ao aterro.

Nos últimos 10 dias temos andado ocupados com várias actividades e desta vez para aumentar a nossa gama de competências decidimos tentar dar uma segunda vida a um aparelho de TV e o seu comando avariado. Este conjunto tem cerca de 15 anos e em breve estaria destinado ao aterro. Acreditamos ser importante conservar recursos, recuperar o aspecto e funcionalidade geral de qualquer aparelho ou ferramenta dando-lhes uma segunda vida e canalisando-os para projectos concretos, pois a energia e o custo para o planeta que está associado a qualquer produto de consumo é demasiado elevado para os podermos desperdiçar nesta cultura do “usa e deita fora”. Sendo assim, o aparelho foi totalmente limpo e revisto, a geometria da imagem corrigida até atingir o melhor aspecto possível e por fim aberto, limpo e restauradas todas as funcionalidades e botões do comando que o acompanhava. Testámos o aparelho no nosso sistema de jogos retro a 12v para verificarmos que tudo se encontra em perfeitas condições.